Antecipação de Cobranças via Cartão de Crédito

  • Você deve estar com o cadastro aprovado no ASAAS;
  • Os dados do cliente pagador da cobrança devem estar previamente preenchidos (nome, cpf/cnpj, e um telefone para contato);
  • Nosso procedimento prevê uma entrevista com o cliente pagador da cobrança.
  • Habilitado tanto para pessoa física, e pessoa jurídíca.
  • O produto ou serviço que originou a cobrança a ser antecipada deve ter sido TOTALMENTE entregue/prestado ao seu cliente, caso ainda esteja em andamento, ou ainda não tenha sido entregue/prestado, a antecipação não será aprovada.

Antecipação de Cobranças via Boleto Bancário

Fique atento e leia com atenção para saber se você primeiro tem a possibilidade de solicitar uma antecipação de boleto

  • Você deve estar com o cadastro aprovado no ASAAS;
  • É necessário que seu cadastro seja de pessoa jurídica;
  • O produto ou serviço que originou a cobrança a ser antecipada deve ter sido entregue ao seu cliente;
  • A cobrança a ser antecipada deve possuir Nota Fiscal Eletrônica que deve ser enviada ao ASAAS na solicitação da antecipação;
  • Caso o tipo do serviço não tenha NFE, pode ser enviado Contrato de Prestação de Serviços, com firma reconhecida em cartório (salientamos que a aceitação desse documento estará condicionada a aprovação conforme nossos critérios internos de análise);
  • Os dados do cliente pagador da cobrança devem estar previamente preenchidos (nome, cpf/cnpj, e um telefone para contato);
  • Nosso procedimento prevê uma entrevista com o cliente pagador da cobrança.
  • É necessário que a sua primeira transferência realizada pelo sistema, já tenha sido realizada a no mínimo 45 dias.

Importante

É necessário que todos os pré-requisitos acima sejam cumpridos para possibilitar ao ASAAS a realização de uma análise interna de crédito. A partir desta análise, que será definida a aprovação, ou não, de sua antecipação e a concessão do produto. O ASAAS fará consulta aos serviços de proteção ao crédito e o não pagamento da antecipação poderá ocasionar o registro nos órgãos de proteção ao crédito e medidas cabíveis de recuperação judicial.

Encontrou sua resposta?