Agora, toda transação de cartão de crédito capturada pelas adquirentes e subadquirentes (como o caso do Asaas) seja online ou via maquininha, precisará obrigatoriamente ser registrada numa infraestrutura do Banco Central, a chamada Registradora.

Para facilitar o entendimento, pense que a Registradora é a entidade que vai gerenciar as informações de uma cobrança cartão de crédito, como por exemplo:

  • Quem é o dono do recebível;

  • Quem foi a entidade que registrou (Asaas);

  • A data estimada para o pagamento do recebível;

  • Conjunto de regras que relaciona a compra e venda com cartão de crédito, como por exemplo, qual é a bandeira.

Essa estrutura é chamada de Unidade de Recebível (UR) e irá sempre refletir todas as alterações que esse recebível possa ter, como por exemplo: você resolver antecipar seus recebíveis ou colocá-los como garantia para um empréstimo, essas ações serão salvas na UR.

Encontrou sua resposta?